Pular para o conteúdo

MAPAS: Lavras do Sul dentro da Indicação de Procedência da Carne do Pampa Gaúcho

O registro de Indicação Geográfica é uma ferramenta coletiva de valorização de produtos tradicionais de determinada região. Tem como função principal agregar valor ao produto e proteger a região produtora.

As indicações geográficas são conhecidas há muito tempo em países com grande tradição na produção de vinhos e produtos alimentícios, como França, Portugal e Itália. No Brasil, o termo indicações geográficas foi introduzido por ocasião da promulgação da Lei da Propriedade Industrial 9.279 de 14 de maio de 1996 – LPI/96.

Modalidades de Indicação Geográfica

Existem duas modalidades de Indicação Geográfica, a indicação de procedência e a denominação de origem:

  • Indicação de precedência (IP): quando o nome geográfico da localidade territorial que se tornou conhecida como centro de extração, produção ou fabricação de determinado produto ou como prestadora de determinado serviço;

  • Denominação de origem (DO): É o nome geográfico da localidade territorial, que pode ser de um país, cidade ou região, cujas qualidades e/ou características de seus produtos ou serviços se devam essencialmente ao meio geográfico, incluindo fatores naturais e humanos. [1]

Sobre Lavras do Sul, as fazendas do município tem criação de gado com pastos naturais, que potencializam uma carne de alta qualidade, assim como nos demais municípios integrantes. Com estas indicações, surgem potenciais para que Lavras do Sul e região terão um amplo mercado para a comercializado da carne produzida com esta Indicação Geográfica.

NOTA: [1]: https://nit.ufra.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=96&Itemid=299

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.